Sobre acessibilidade

Áreas

Abas primárias

16/03/2017 - 11:30

Técnicos do Instituto de Metrologia do Estado do Pará (Imetropará), peritos criminais do Centro de Perícias Renato Chaves, técnicos da Centrais Elétricas do Pará (Celpa) e representantes do Ministério Público participaram durante os últimos dias, do treinamento do sistema de medição e verificação por solicitação de usuário/proprietário de medidores de energia elétrica. O curso ocorreu no laboratório de medidor de energia, na sede do órgão, e contou com o monitoramento do servidor especializado na área, Rodrigo Ozanan, vindo do Inmetro-RJ.

O Imetropará detém a concessão de verificação técnica de medidores de energia sob suspeita de violação ou adulteração. A população pode recorrer à verificação do medidor de energia elétrica, em caso de suspeita, para que seja feito o serviço verificação, podendo acionar a concessionária de energia elétrica, auvidoria do instituto – através do 0800 280 1919 - ou órgãos de defesa do consumidor. O usuário, por sua vez, é convidado pelo instituto para acompanhar todo o processo. Ao final da verificação, o cliente sai de posse do laudo técnico, que poderá comprovar perante a Justiça a falha encontrada, ou ainda ter a certeza de onde está partindo o suposto “erro”.

“O nosso compromisso é prestar esse serviço de forma correta. Garantindo a confiabilidade e agilidade, oferecendo segurança para o consumidor de que o trabalho é justo e responsável. O laboratório que está instalado no órgão foi homologado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), e considerado um dos mais modernos sob delegação do Inmetro”, explicou o presidente do Imetropará, Jorge Rezende.

Ainda de acordo com o técnico do Inmetro, Rodrigo Ozanan, o serviço que o Imetropará oferece à sociedade é de extrema importância para o estado. “O laboratório ajudou o Estado a recuperar milhões em ICMS. Por este motivo, os aumentos de energia na conta.