Sobre acessibilidade

Áreas

Abas primárias

16/03/2017 - 11:00

O Instituto de Metrologia do Estado do Pará (Imetropará) realizou mais uma etapa da “Operação Verão #Namedida” durante o penúltimo final de semana de julho. Desta vez, estabelecimentos do município de Salinas, Primavera e Capanema,nordeste paraense, foram fiscalizados.

O presidente do Imetropará, Jorge Rezende, explica que a Operação #Namedida tem caráter preventivo. “O objetivo é evitar riscos à vida, saúde e segurança do consumidor durante o período de férias nestas regiões que são mais visitadas pelos paraenses e turistas”

“Além das ações fiscalizatórias, a operação tem também caráter educativo. A equipe de educação do órgão está distribuindo aos veranistas cartilhas com esclarecimentos sobre os direitos do cidadão e informações sobre a atuação do Imetropará. O objetivo é dar mais segurança aos consumidores no período das férias. O apoio da Polícia Militar tem sido fundamental”, destacou Rezende.

Balanças, bombas de combustível, biquínis, brinquedos e produtos da cesta básica estão sendo vistoriados pelos metrologistas. De acordo com Olintho Azevedo, diretor técnico do órgão os problemas mais comuns encontrados pelos fiscais são referentes ao peso ou a falta do selo do Inmetro, neste caso, obrigatória nos brinquedo, balanças e bombas de combustível. Ao final da Operação será divulgado o balanço total da ação.

Autuações – Desde o início da Operação Verão #Namedida, as divisões de Instrumentos, Qualidade e Pré-medidos do Imetropará já autuaram estabelecimentos comerciais, na Capital e no interior. Os empresários terão agora de apresentar a nota fiscal dos produtos recolhidos pelo instituto no prazo de 15 dias, caso contrário, serão autuados com advertência ou multa que pode variar de R$100 a R$1,5 milhão.