Sobre acessibilidade

Áreas

Abas primárias

16/03/2017 - 11:15

O Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, estará representado no XIII Encontro de Revendedores de Derivados de Petróleo e Lojas de Conveniência da Região Norte Feira do Empreendedor de Pernambuco. O evento inicia hoje (04) e segue até amanhã (05), no Centro de Convenções e Feiras da Amazônia (Hangar). Serão mais de 48 horas de atividades, incluindo palestras, seminários, oficinas e orientação para o empresariado. A realização é do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Estado do Pará (Sindicombustíveis – PA).

 

O trabalho desenvolvido pelo Instituto de Metrologia do Estado do Pará (Imetropará) para garantir a confiabilidade das balanças de combustíveis à sociedade pode ser conhecido com detalhes no estande da instituição. Agentes fiscais do órgão estarão disponíveis para esclarecer as dúvidas.

 

O presidente do Imetropará, Jorge Rezende, destaca a importância do órgão estar presente nesse tipo de evento, considerando uma oportunidade única de estreitar os laços com o setor e minimizar os erros. “A bomba de combustível é um instrumento de medição sujeito ao controle metrológico do Imetropará. Cabe ao órgão verificar se o volume de combustível medido pelas bombas confere com o que o consumidor na hora que vai abastecer o seu veículo está pagando.”, friza.

 

 

“Promover confiança à sociedade paraense e a justa concorrência no mercado, são as principais missões do Imetropará. Tornando sua atuação cada vez mais conhecida e reconhecida como instituição estadual de excelência no âmbito da metrologia legal e avaliação da conformidade, acompanhando o desenvolvimento tecnológico e buscando sempre oferecer qualidade em seus serviços.” Acrescenta o titular.

 

 

Durante o evento também será possível que os empresários do setor façam a sua regularização junto ao órgão, uma equipe do jurídico do órgão estará disponível para orientar e realizar o parcelamento de créditos não-tributários não inscritos em dívida ativa.