Sobre acessibilidade

Áreas

Abas primárias

03/06/2015 - 14:00

Na manhã desta quarta-feira, 03, o “Selo Amazônico” foi apresentando pelo Imetropará ao núcleo de arranjos produtivos (APL) da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), com ênfase em biocosméticos. A proposta é a criação do processo de certificação voluntária de produtos manufaturados com matéria prima-oriunda da biodiversidade da região paraense.

 

 O “Selo Amazônico” foi criado pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), em parceria com a Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológico (Fucapi) e Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), visando garantir o monitoramento quanto à qualidade, segurança, requisitos ambientais, econômicos, sociais e procedência da matéria-prima.

 

 Segundo o gerente da Divisão de Fiscalização e Verificação da Conformidade do Imetropará, Jorge de Figueiredo, a implantação do selo traz valores de extrema importância às exigências do mercado, interno e externo, quanto à padronização de processos, produtos e sua qualidade. “Os consumidores, cada vez mais exigentes, buscam produtos que ofereçam qualidade, segurança e promovam a qualidade de vida”, destaca.