Sobre acessibilidade

Áreas

Abas primárias

16/03/2017 - 11:15

No próximo domingo, dia 14, será a comemoração do Dia dos Pais e o consumidor precisa ficar atento na hora da compra de produtos têxteis. As alergias são apenas alguns dos problemas ocasionados por produtos inadequados. Por este motivo, o Imetropará (Instituto de Metrologia do Estado do Pará), órgão do Governo do Estado que tem como finalidade proteger o consumidor, faz um alertar sobre os cuidados necessários na compra destes itens.

 

As informações contidas na etiqueta são fundamentais e precisam seguir critérios específicos. Devem conter as informações em português sobre o fabricante ou importador, incluindo CNPJ e o país de origem. Além disso, também é necessário identificar a composição têxtil, o tamanho e os símbolos de cuidados com a conservação.

 

Jorge de Figueiredo, gerente de Fiscalização e Avaliação da Conformidade do Imetropará, destaca que para a composição têxtil. “Vale a pena ressaltar todos os tipos de filamentos utilizados para a produção da peça devem estar mencionados com a indicação percentual de cada um deles (70% algodão e 30% elastano, por exemplo). Entretanto, é proibido o uso dos nomes das marcas comerciais ou em inglês (como nylon, popeline, lycra, lurex e rayon)”.

 

A etiqueta também deve conter elementos de orientação para a conservação e tratamento do produto. E podem ser indicadas através de símbolos ou textos e devem seguir a sequência correta de utilização do produto, como lavagem, alvejamento, secagem, passadoria (ferro de passar) e limpeza profissional (lavagem a seco).

 

O tamanho das peças de vestuário pode ser indicado por numeração ou letras (38, 40, 42; P, M, G). Se os produtos forem embalados hermeticamente e isto dificultar a visualização das informações, a embalagem deve apresentar, pelo menos, a composição têxtil, pais de origem e tamanho, e quando apresentar mais de uma unidade deve ser informado o número de unidades e a impossibilidade de serem vendidos separadamente.

 

O presidente do Imetropará, Jorge Rezende, friza que os eletrodomésticos e algumas ferramentas também precisam ser lembrados. " Adquira produtos com selo, lembramos que máquinas elétricas de cortar cabelo, barbeadores elétricos, se enquadram como eletrodomésticos e deverão passar por ensaios e receber o selo da Conformidade do Inmetro, visando prevenir acidentes de consumo e proteger os consumidores em relação aos riscos elétricos, mecânicos, térmicos, fogo e radiação dos aparelhos. Furadeiras e outras ferramentas também são certificados compulsoriamente, e o consumidor deve estar atento ao selo.", friza.

 

INFORMAÇÕES OBRIGATÓRIAS PRODUTOS TÊXTEIS

 

·         Nome ou razão social ou marca registrada e CNPJ (É a identificação do responsável pelo produto).

·         País de origem. (É a identificação de origem do produto).

·         Nome das fibras ou filamentos. (É a identificação das fibras ou filamentos têxteis que compõem o produto, e os seus respectivos percentuais).

·         Tratamento e cuidados para conservação. (São as informações necessárias para que o consumidor saiba como conservar o produto).

·         Indicação de tamanho ou dimensão

 

IMETROPARÁ

 

Quem desconfiar ou encontrar irregularidades pode recorrer ao serviço da Ouvidoria, pelo telefone 0800 280 1919, de segunda a sexta, das 8h às 14h, ou enviar e-mail para: ouvidoria.imetropara@imetropara.pa.gov.br.