Sobre acessibilidade

Áreas

Abas primárias

02/03/2018 - 10:00

Um corte no dedo ao abrir uma lata de conserva; ferimentos no rosto da criança provocados por objetos pontiagudos no carrinho de bebê. Muita gente não sabe, mas esses são exemplos de acidentes de consumo. Esse tipo de acidente ocorre quando um produto ou serviço prestado provoca dano ao consumidor, mesmo quando utilizado ou manuseado de acordo com as instruções de uso do fabricante.

O assunto foi discutido nesta quinta-feira (1), durante o encontro da Rede Consumo Seguro e Saúde do Pará (RCSS-PA), sediado no Ministério Público do Estado do Pará (MPPA). O Governo do Estado também participou do debate. O presidente do Instituto de Metrologia do Estado do Pará (Imetropará), Jorge Rezende, disse que é preciso alertar os pais, responsáveis, profissionais da área de saúde e institutos de ensino infantil sobre o perigo desse tipo de acidente.

“Todos devem estar atentos aos riscos oferecidos por produtos e serviços. Precisamos reforçar a prevenção, verificando em casa, por exemplo, quais os possíveis riscos e como podem ser evitados. E em caso de ocorrência de acidentes, como registrá-los também”, orienta.

Dentre as deliberações, os órgãos públicos que compõem a RCSS-PA decidiram organizar um seminário voltado a sensibilização da sociedade e instituições envolvidas com a saúde e segurança do consumidor sobre os riscos desse tipo de acidente.

 “Nosso desafio agora é fortalecer esse tipo de articulação em nosso Estado, ampliar o uso e conexão entre os sistemas de registro de acidentes. Acreditamos que a atuação conjunta dos órgãos contribui para um efetivo enfrentamento aos acidentes”, aponta o promotor de justiça Marco Aurélio Lima do Nascimento.

O evento contou com a participação representantes do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), que iniciou as estratégias de enfrentamento aos acidentes de consumo; Imetropará; Departamento de Vigilância Sanitária (Devisa) do município; Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Pará (Cosems-PA); Vigilância Sanitária Municipal de Ananindeua; e da Secretária de Saúde Pública do Pará (Sespa).

Relate o seu acidente de consumo

É importante que todos os casos de acidentes sejam relatados no Sistema Inmetro de Monitoramento de Acidentes de Consumo (Sinmac), pelo site do Imetropará, www.imetropara.ba.gov.br, clicando no ícone Acidentes de consumo: relate seu caso.

Destaque: 
Sim